segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Homem na cozinha II - A Missão


OUTRAS RECEITAS muito criativas, extraídas do “Manual Prático da Cozinha para Homem Preguiçoso”: “Sopa de Água Fria”, feita com água in natura, despejada numa tigela. Pode ser consumida com colher ou canudinho. De preparo rápido e fácil, tem a vantagem de ser diurética e de não pesar no estômago.

Se a fome for grande, porém, recomenda-se a “Torta de Resto de Tudo que Sobrou na Geladeira”. Coloca-se tudo numa forma e leva-se ao microondas, deixando por cerca de dez minutos. Atire a pasta resultante desse processo na parede. Quando colar, estará pronta para servir.

Consumir com moderação.

sábado, 28 de novembro de 2009

Sejamos mais vivos!

POR FORÇA DE ALGUMA pobreza intelectual, muitos jornalistas, sempre que vão fazer reportagem sobre personalidades, começam com um “Se fulano de tal fosse vivo, estaria completando hoje...”. Foi assim que vimos, dia desses, uma mocinha num canal por assinatura começando sua reportagem: “Se Elis Regina fosse viva, estaria completando 64 anos...”. Disso isso e seguiu com uma série de obviedades sobre a cantora.
Agora só falta alguém começar uma reportagem assim: “Se Shakespeare fosse vivo, estaria completando hoje 444 anos. E, provavelmente, chutando o pau da barraca por não conseguir a sua aposentadoria por idade...”.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

And so this is Christmas...


ACHEI NOS MEUS VELHOS arquivos um jogral para o Natal. É provável que ele nunca venha a ser apresentado. De qualquer forma, lá vai:


Voz masculina: A primeira coisa que mais me chateia no Natal é...
Todos: Armar árvore de Natal!
Voz masculina: A segunda coisa que mais me chateia no Natal é pendurar luzinhas coloridas...
Todos: E armar árvore de Natal!
Voz masculina: A terceira coisa que mais me chateia no Natal é ressaca.
Todas as mulheres: E armar árvore de Natal!
Todos os homens: E pendurar luzinhas coloridas!


Voz masculina: A quarta coisa que mais me chateia no Natal é ter que mandar um monte de cartões de Natal pra gente que ainda não sabe usar e-mail.
Todas as mulheres: E mandar cartões e armar árvore de Natal!
Todos os homens: E pendurar luzinhas coloridas!
E alguém com voz de bêbado: E ressaca!


Voz masculina: A quinta coisa que mais me chateia no Natal é ter que abraçar alguns parentes e amigos que passam o ano inteiro me ignorando ou, pior, me zombando.
Todas as mulheres: E armar árvores de Natal e pendurar luzinhas coloridas!
Todos os homens: E mandar cartões e agüentar a ressaca.


Voz masculina: A sexta coisa que mais me chateia no Natal é ter que suportar show do Roberto Carlos e toda a programação de televisão.
Todas as mulheres: E armar árvores de Natal e pendurar luzinhas coloridas e mandar cartões!
Todos os homens com voz de bêbado: Beber o peru, comer o vinho e agüentar a ressaca.


Voz masculina: A sétima coisa que mais me chateia no Natal é pedir uma coisa e o sacoleiro vir do Paraguai com outra completamente diferente.
Todas as mulheres: E armar árvores de Natal e pendurar luzinhas coloridas e mandar cartões!
Todos os homens com voz de bêbado: Cumprimentar a leitoa, morder a sogra e agüentar a ressaca!


Voz masculina: A oitava coisa que mais me chateia no Natal é abrir os presentes na noite da véspera, cercado por crianças ansiosas, e ver por todo lado a etiqueta: “Baterias não incluídas”.
Todas as mulheres: E armar árvores de Natal e pendurar luzinhas coloridas e mandar cartões!
Todos os homens com voz de bêbado: E para enfrentar a ressaca passar o dia seguinte tomando todas: todas as cápsulas, todas as pílulas e todas as injeções de glicose na veia...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Homem na cozinha


POUCAS COISAS SÃO mais engraçadas do que um homem que não sabe fazer nada na cozinha tentando se virar para driblar a fome. Algumas das piores invenções da humanidade surgiram desse jeito. A lei do menor esforço nos diz que nenhum prato vale a pena se exige mais tempo no preparo do que no consumo. Deve ser pensando assim que surgiram alguns pratos asiáticos. O sujeito certamente estava tão esfomeado que temperou o peixe e comeu. Só depois de saborear o último pedaço ele se lembrou que tinha esquecido de fritar, mas aí já era tarde. Tinha acabado de inventar o sashimi.

NESTA LINHA, Alexandre Inagaki inventou recentemente mais um valoroso item do “Manual Prático da Cozinha para Homem Preguiçoso”. Trata-se do Miojo Cru. Ingredientes: 1 pacote de miojo. Instruções: abra o pacote de miojo, usando suas habilidades manuais. Se você for meio desajeitado, pode recorrer ao auxílio de uma faca, tesoura ou até mesmo dos dentes. Separe de lado o saquinho com o tempero do miojo, que não será utilizado nesta receita (posteriormente, você pode reaproveitá-lo a fim de temperar o arroz ou a salada). Se bem que há quem aprecie turbinar seu miojo cru com o tempero; essa parte fica a critério do freguês.
A seguir, desfrute desta refinada iguaria quebrando-a em pequenos pedaços e enfiando-os em sua boca. É recomendável mastigar bem cada pedaço antes de engoli-lo, caso contrário sua garganta poderá se ferir durante o processo de deglutição.

UM LEITOR que experimentou a receita disse que este é o famoso Macarrão Zen: zen graça, zen gosto e deve ser deglutido zen tempero e zen grandes expectativas...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Capitalismo selvagem


DIZ A LENDA que um conhecido empresário comprou um cão mastim que, de tão grande e medonho, parecia um lobisomem. O animal ficava deitado em um tapete, ao lado de sua mesa. Aos empregados que entravam na sala, o patrão dizia que o animal era ensinado. Depois acrescentava:
- Quer ver? Finja que vai pedir um aumento...

Assinale a alternativa correta:


Sobre esta foto, é correto dizer que:

A ( ) É um tratamento de acne, realizado através do SUS
B ( ) O garoto resolveu compensar, depois que alguém disse que tem um parafuso a menos
C ( ) O garoto pediu para a sogra apertar seus cravos, mudou de idéia, mas já era tarde
D ( ) A e C estão corretas
E ( ) Nenhuma das alternativas

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Pequeno Manual do Insulto

DOIS GAROTOS brigam na hora do recreio, cada um querendo espinafrar a família do outro:
- As lentes dos óculos da sua mãe são tão grossas, mas tão grossas, que ela vê até o futuro.
- E a sua? Tem um olho tão grande que se o olho dela fosse de vidro teria peixe dentro.
- Sua casa é tão apertada que a gente tem que sair pra fora pra poder mudar de idéia.

- Sua mãe é tão gorda que eu fui andar em volta dela e acabei me perdendo.
- E a sua é tão gorda que foram dar uma volta dela com uma moto e acabou a gasolina.
- Seu irmão é tão gordo que só aparece inteiro em foto feita por satélite.
- E o seu tio? É tão burro que tentou se enforcar num telefone sem fio.

- Seu avô bebe tanto que vive correndo atrás de carro estacionado.
- E o seu? É tão burro que entra em loja de R$ 1,99 e diz para a vendedora que está só olhando os preços.
- Sua tia é tão gorda que uma foto dela caiu da carteira e partiu o assoalho.
- E a sua é tão gorda que acorda por seções.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Mais Fernanda Young pelada!


Esta é pra todos vocês que ameaçaram não entrar mais aqui se o blog continuasse postando foto de mulher pelada. Qualé? Sou canibal, gosto de carne!

Baiano é bicho porreta!

O baiano fazia muito tempo que não dava uma.Chegou na zona e disse para a menina:
- Quanto você cobra?
- 100 real.
- Muito caro, tá doido! Que isso? Muito caro!
- Então 50 real.
- Não, não... Eu só tenho 12 conto.
- É muito pouco... Por este valor eu não dou.
- Então eu te dou 12 conto e o meu celular.
A gata pensou, pensou, avaliou o momento econômico e disse:
- Topo.
Foram para o quarto, deram uma senhora de uma trepada... O baiano levantou, botou as calças e deu R$ 12 para a menina, que perguntou:
- E o celular?
- Anote aí... 8805-9423!

sábado, 21 de novembro de 2009

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Diogo Mainardi, ninguém merece!


Minha paciência com o Diogo Mainardi sempre foi curta. Mas a implicância com ele está além do ódio gratuito que muitos nutrem pela sua coluna na “Veja” ou pelos seus comentários frequentemente inoportunos no GNT. Começou quando ele, num esforço evidente, quis ocupar o vácuo deixado pelo Paulo Francis. Acompanhei o Francis desde os tempos do Pasquim. Pode-se dizer que era arrogante, muitas vezes chato e preconceituoso. Mas o Francis tinha uma erudição que era um tutano grosso se comparada ao mingau ralo servido pelo Mainardi.
Obviamente, para ocupar o lugar do Francis, Mainardi tinha que lançar mão de recursos como frases de efeito, tiradas sarcásticas e posições polêmicas – no melhor estilo “soy contra”. Como frasista, Diogo Mainardi é um fiasco acabado. Nunca li uma frase dele que tivesse cara de candidata a figurar num desses livros de citações. Tiradas sarcásticas? Mainardi parece gostar mais do estilo vômito de bílis, ainda que isso em muitas circunstâncias soe pobre e inconveniente.
Sobram as polêmicas. Nisso também Diogo Mainardi é mestre em meter os pés pelas mãos. Um de seus textos que mais detestei – e que passou quase incólume pela opinião pública (que felizmente parece estar defecando solenemente para o que diz o colunista da “Veja”) – foi o ataque estúpido à figura do Carlos Drummond de Andrade. Descreveu o poeta como figura associada à “pieguice”, ao “sentimentalismo ginasiano” e a um “lirismo kitsch”. Ok, como todos, Drummond também tem seus baixos. Mas eu ousaria dizer que mesmo espremendo os miolos por incontáveis dias Diogo Mainardi não seria capaz de produzir algo parecido com o pior dos poemas de Drummond.
Cansa, irrita e enoja essas piruetas de Diogo Mainardi para chocar as pessoas e abrir seu espaço ainda que na cotovelada. É lamentável que muita gente ainda encontre ânimo para se deliciar com toda essa bobajada inconseqüente. De resto, quem quiser conhecer melhor o que há por trás dos textos do Mainardi, use o link http://www.projetobr.com.br/web/blog?entryId=8094 e veja o que foi escrito pelo Luis Nassif.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

A frieza dos relacionamentos

Quem é casado sabe: se não tiver jogo de cintura, o relacionamento vai mesmo por água abaixo. E bota jogo de cintura nisso! O próprio Papa já afirmou que o segundo casamento é uma praga, numa espécie de convocação geral para que todo mundo procure manter a primeira união. “Para o Papa é fácil. Ele não é casado”, reage um desbocado aqui ao lado.
Já existe estudo comprovando que os relacionamentos estão se tornando cada vez mais frágeis por causa do ritmo de vida do mundo moderno. Homens e mulheres buscam ocupar seu espaço no mercado de trabalho, passaram a conviver menos e, quando estão juntos, compartilham mais problemas do que qualquer outra coisa. Aos poucos, a vida a dois vai esfriando, esfriando...
Lembra aquela história do sujeito que foi levado ao juiz sob acusação de necrofilia. Havia feito sexo com uma mulher morta. O caso ganhara as páginas dos jornais, além de grande espaço no rádio e na televisão. Houve protestos nas ruas, grande bafafá. O juiz estava indignado:
- Em 20 anos de magistratura, nunca ouvi falar de uma coisa tão nojenta, tão vil e tão baixa. Eu gostaria que o senhor me desse uma única razão para não metê-lo na cadeia e jogar a chave fora!
O homem respondeu:
- Eu vou dar três boas razões. Primeira: não gosto que se metam na minha vida pessoal. Segunda: ela era minha esposa. E terceira: eu não sabia que ela estava morta. Ela sempre agia assim...

Aparelho estranho para mulher I

video

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Olha a Fernanda Young de novo!


Seja aqui no blog, seja no Twitter, a verdade é que as fotos da Fernanda Young na Playboy continuam gerando polêmica. Para uns, foi uma iniciativa infeliz da revista. Para outros, como eu, a Fernanda tem lá seus encantos e o ensaio foi bem conduzido pelo Bob Wolfenson. O que você acha? Deixe seu comentário e concorra a uma tatuagem da Dilma no lado esquerdo da bunda...

Parole

“ATRASADO, VÍRGULA!”. Com esta frase, um amigo contestava, dia desses, alguém que o corrigia a respeito de um assunto qualquer. Ficamos pensando, por um instante, sobre o que a vírgula tem a ver com essa história. O correto seria fazer a objeção assim: “Atraso, ponto!”. Porque é o ponto que dá início a outra idéia. Ou, quem sabe, “Atrasado, ponto e vírgula!”.
Mas é certo que a vírgula também tem o poder de mudar todo o sentido da frase. Veja este exemplo, enviado por um leitor:
“Se o homem soubesse o valor que tem a mulher andaria de quatro a sua procura”.
Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de mulher. Se você for homem, certamente colocou a vírgula depois de tem.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Ratos e homens

Deu na coluna “Gente Boa”, de “O Globo”. Artista finlandês radicado no Rio, Kristofer Paetau resolveu inovar na matéria-prima de suas criações. Usa couro de rato para a confecção de suas peças. Quem usaria algo assim? Bom, por enquanto ele convenceu alguns travestis a vestir a coleção. Talvez na esperança de que um monte de gatos saiam correndo atrás deles...

sábado, 14 de novembro de 2009

Gostei da Fernanda Young na Playboy


Não sei por que tanta gente criticou as fotos da Fernanda Young na Playboy. Eu até achei legal o ensaio do Bob Wolfenson. Ela não é assim nenhuma boazuda, lá isso é verdade. Mas ainda tem os acessórios necessários para uma boa farra. Tudo bem, para uma farra então. Como na semana passada nós brincamos aqui com o tema, colocando fotos de uma senhora tatuada depois de prometer as fotos da Nandinha, houve quem chiasse, dizendo que era fraude contra o consumidor. Para esses chorões, aí está uma foto - esta sim, verdadeira - da Fernanda na Playboy. Apreciem antes que seja tirada do ar...

Gostosa é a vovozinha!

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Novas mensagens psicografadas...

Mas não reconhecidas oficialmente como tal:
- Querida, voltei duas ou três vezes para te puxar pelo pé, mas pelo jeito você nunca mais ficou em casa à noite.
- Amarildo, já preparei seu lugarzinho aqui onde estou. Venha só de cueca, porque é quente pra diabo.

- Nildão, encontrei aqui do outro lado todo mundo para quem você deve. Você não sabe a surpresa que te aguarda.
- Pessoal, para meu desgosto descobri que aqui no inferno tem academia de ginástica. E o instrutor é o próprio Demo.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

ASSINALE A ALTERNATIVA CORRETA



Com base na observação atenta desta foto, você diria que se trata de:
A ( ) Um cateterismo realizado pelo SUS
B ( ) Um prefeito envolvido no escândalo dos Sanguessugas, sendo punido pelo TCU
C ( ) Um paciente acordando num hospital público, após sentir pontada no peito
D ( ) O Pedro Bial, sendo acordado por um dos derrotados do Big Brother 9
E ( ) O presidente do Palmeiras, recebendo discreto estímulo dos torcedores
F ( ) Nenhuma das anteriores

O argentino e o tubarão

Enviada por leitor:


Em visita ao litoral do Rio Grande do Sul, o Papa foi levado a percorrer algumas praias, onde se presenciou uma cena impressionante. Algumas pessoas gritavam, desesperadas, apontando para o mar. Forçando a vista, Sua Santidade pode ver um jovem, vestido com a camisa da seleção argentina, lutando desesperadamente contra o ataque de um tubarão.
O pânico era geral, mas três homens vestindo camisetas da seleção brasileira se aproximaram da água. Um arremessou um arpão que acertou no corpo do tubarão; o segundo arrancou o argentino ensangüentado de sua enorme boca, enquanto o terceiro abatia a feroz criatura, com vigorosas cacetadas.
Depois de levar o argentino, inconsciente, até a areia, os três gaúchos arrastaram o tubarão até as proximidades de uma camionete e colocaram na caçamba. Ainda cansados, os gaúchos foram levados até as proximidades do Papa-Móvel. O Papa, visivelmente emocionado, lhes dirigiu uma bênção especial.
- Caríssimos irmãos brasileiros: a cena que hoje presenciei me ensinou muito acerca da grandeza dos homens, filhos de Deus. Sem considerar a rivalidade que existe entre os brasileiros e argentinos, um gesto nobre, superior e heróico, levou estes abnegados brasileiros a salvar um irmão argentino das garras da morte. É um grande exemplo para a busca da paz entre os homens sempre em conflito!


O Papa se despediu e, enquanto o Papa-Móvel se afastava, um dos gaúchos perguntou aos outros:
- Buenas, qual é a deste velho padreco?
- Mas bah tchê! Deixa de ser atrasado, índio velho, este é o Papa, o Santo Padre, o gaudério que fala direto com o Patrãozito lá de riba. Ele tem a sabedoria divina.
- Barbaridade, sabedoria divina ele pode ter, mas não entende nada de pesca de tubarão.
- Tchê de Deus, cadê a isca ?
- Tá vendo! O argentino fugiu de novo!

Respeito ao consumidor


A “Folha de S. Paulo” trouxe artigo recentemente mostrando aquilo que todo mundo está careca de saber: que as empresas de telefonia continuam campeãs isoladas em matéria de reclamações no Procon. Um grande volume de reclamações chega a essas empresas, mas elas não dão a mínima. Maltratam e humilham o consumidor, que acaba se cansando de ficar na linha e se conforma com o aparelho estragado ou o serviço de má qualidade. Desses, uma parcela menor apela ao Procon, que resolve o problema de uns e deixam outros a ver navios. Uma parcela menor ainda, depois do Procon, apela à Justiça. E a gente já sabe o que é a Justiça no Brasil.

Estamos enviando aos deputados federais a sugestão de um projeto de lei assim: cada empresa que tiver determinado volume de reclamações no Procon será obrigada, sempre que veicular um anúncio, a pôr uma advertência no final, mais ou menos como é feito hoje com os cigarros. Imagina a cena: determinada empresa de telefone celular põe um anúncio na tevê: “Neste dia das mães, não deixe sua mãe falando sozinha. Dê um celular de presente para ela. Conheça os nossos modelos e as nossas condições de pagamento”. Em seguida vem a advertência: “O Saco – Serviço de Advertência ao Consumidor – informa: esta empresa vende aparelhos com defeitos, depois deixa seus clientes feito um bando de otários ligando o dia inteiro para suas centrais telefônicas, quase sempre congestionadas e com atendentes que têm QI de marmota narcolétptica”.

Ou então um anúncio de carro. “Se você não dirigiu um dos nossos novos modelos, não sabe o que é conforto e tecnologia. Agora na versão Total Flex, para você ter mais liberdade na hora de abastecer”. Aí entra o alerta: “Atenção, o Saco – Serviço de Alerta ao Consumidor – informa: essa montadora vem recebendo em média 43 mil reclamações por mês ao longo deste ano. Se você quiser comprar uma carroça, vá em frente. Só não reclame depois por ter feito papel de burro”.

Por fim, imagine certas propagandas de remédio: “Se aquela dor de cabeça demora pra passar, tome o composto de Gorgoreba, que é 100% natural. Tome o composto de Gorgoreba e diga adeus à enxaqueca!”. Daí entra o alerta: “O Saco – Serviço de Alerta ao Consumidor – informa: esse medicamento causa frieira, irritação no couro cabeludo e, em caso de uso prolongado, flacidez crônica no corpo cavernoso!”.
Que tal?

terça-feira, 10 de novembro de 2009

A pedidos...

MICHELLE OBAMA, mulher do presidente Barack Obama, confessou à revista Glamour Magazine que seu marido ronca e acorda cheirando mal.
Certamente o homem perdeu ponto entre as estagiárias da Casa Branca.

MAS NÃO É exatamente esse tipo de sinceridade que está faltando também aqui, na política brasileira? Imagina dona Marisa Letícia, esposa do presidente Lula, desmentindo o molusco supremo durante suas entrevistas.
- O Lula disse que não sabia de nada no caso do mensalão, mas é tudo mentira, viu? Ele, o Zé Dirceu, o Genoino, o Gushiken e outros envolvidos são tudo farinha do mesmo saco. Tem que ser muito idiota pra pensar de outra forma...
Já pensou o bafafá quer seria?

AS MULHERES, acredite, têm o poder de nos reduzir a pó de traque, sobretudo as que convivem intimamente conosco e, por isso, conhecem nossos temores, nossas manias e fraquezas. Todo mundo sabe, por exemplo, que o presidente dos EUA, George W. Bush, não tem a inteligência e a formação intelectual como seus pontos mais fortes. Vive cometendo gafes e dando mancadas. Recentemente, sua esposa Laura, num evento para três mil pessoas, deu uma traulitada no presidente que pode ser a ponte de tudo o que ela sente em relação às trapalhadas do marido:
- Não sei como foi que nós nos conhecemos. Eu era uma bibliotecária que passava 12 horas diárias na biblioteca, um lugar que George, claramente, nunca freqüentou.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O cotovelo da vovó judia

Enviada por leitor:
Uma avó judia está ensinando seu endereço ao neto, que vai visitá-la com sua mulher.
- Quando vocês chegarem ao prédio, na porta da frente tem um grande painel. Eu moro no apartamento 301. Apertem o botão 301 com o cotovelo, que eu abro a porta. Entrem, o elevador está à direita. Entrem, e apertem o 3 com o cotovelo. Quando vocês saírem, meu apartamento está à esquerda. Com o cotovelo, apertem a campainha.
- Vó, parece fácil, mas... por que tenho que apertar todos esses botões com o cotovelo?
- O quê? Vocês estão vindo de mãos vazias?

Mais respeito com o velhinho!


REPORTAGEM MOSTRA que a expectativa de vida do brasileiro deve continuar subindo até o final da década. Isso é bom. Um número cada vez maior de pessoas vai ter que aprender a envelhecer. E outro tanto vai ter que aprender a conviver com os idosos. Hoje, esse relacionamento nem sempre é dos melhores, o que é uma pena. Há muito que aprender com os velhinhos, inclusive em matéria de bom humor. O avô de um amigo nosso demora tanto, mas tanto para tomar o café da manhã, que o rapaz fez a seguinte advertência dia desses:
- Vô, anda logo que esse iogurte aí vai vencer em três dias!

JÁ O PADRINHO septuagenário de um amigo falava com o vizinho, mais ou menos da mesma idade:
- Lembra há 40 anos, quando a gente queria ter a cara do Francisco Cuoco? Pois é, agora nós conseguimos...

sábado, 7 de novembro de 2009

Cambuta de filhadapada!

O Google Analytics me mostra aqui que um monte de gente entrou no blog, de sexta para sábado, por conta da chamada das fotos da Fernanda Young... Ok, foi uma brincadeira. Eu lá tinha as fotos da Playboy! O episódio, porém, serviu para mostrar que a massa rude que circula na net está mesmo atrás é de sacanagem. Uns acham a Fernanda velha, outros feia, outros sexy, gostosa, estilosa ou sei lá o que. A verdade, porém, é que tanto uns quanto outros correram para ver as fotos dela pelada. Vocês merecem que o mundo acabe em 2012. Que o calendário maia esteja certo e que vocês sejam todos sugados pela grande vagina da hecatombe universal!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Exclusivo: as fotos da Fernanda Young pelada!




Apesar de todo o sigilo, acabaram vazando as fotos da Fernanda (não tão Young) para a Playboy. Veja aqui, com exclusividade. Aproveite e faça o download grátis antes que a Editora Abril nos processe e busque por força judicial a retirada do material do blog!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Gostosa é a vovozinha!

Feitas as contas...

TENHO DINHEIRO suficiente para durar até o resto da vida. A menos que eu resolva comprar alguma coisa.

Salve-se quem puder!

CERTOS POLÍTICOS agem como aquele sujeito que matou o pai e a mãe e depois, durante o julgamento, pediu clemência, definindo-se como “um pobre órfão”.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Sobre pernas de pau


NESSES TEMPOS em que o desmatamento é tema tão presente, aí vai uma piada que foi contada por um leitor:


DISTRAÍDO, o tipo atravessava a linha do trem ao mesmo tempo que o trem estava passando. Resultado: teve uma das pernas bruscamente arrancada. Ele senta-se na calçada e exclama em lágrimas:
- Logo a boa! Logo a boa!
Um dos transeuntes, que observara o acidente, abaixou-se para consolá-lo e percebeu que a perna perdida era uma perna de pau.
- Meu amigo - disse ele. - Você tem que erguer as mãos para o céu! Você só perdeu a sua perna de pau!
- Eu sei - respondeu o homem, choramingando. - Mas foi logo a de mogno! Logo a de mogno!

A festa do Juvenal

Essa colaboração foi enviada por um leitor. Veja que final divertido e surpreendente:

Juvenal estava desempregado há meses. Com a resistência que só os brasileiros têm, ele foi tentar mais um emprego em mais uma entrevista. Ao chegar ao escritório, o entrevistador observou que o candidato tinha exatamente o perfil desejado, as virtudes ideais e lhe perguntou:
- Qual foi seu último salário?
- Salário mínimo, respondeu Juvenal.
- Pois se o senhor for contratado, ganhará 10 mil dólares por mês!
- Jura?
- Que carro o senhor tem?
- Na verdade, agora eu só tenho um carrinho pra vender pipoca na rua e um carrinho de mão!
- Pois se trabalhar conosco ganhará um Audi para você e uma BMW para sua esposa! Tudo zero!
- Jura?
- O senhor viaja muito para o exterior?
- O mais longe que fui foi para Belo Horizonte, visitar uns parentes...
- Pois se o senhor trabalhar aqui viajará pelo menos 10 vezes por ano para Londres, Paris, Roma, Mônaco, Nova Iorque etc.
- Jura?
- E digo mais: o emprego é quase seu. Só não lhe confirmo agora porque tenho que falar com meu gerente. Mas é praticamente garantido. Se até amanhã (sexta-feira) à meia-noite o senhor não receber um telegrama nosso cancelando, pode vir trabalhar na segunda-feira.

Juvenal saiu do escritório radiante. Agora era só esperar até a meia-noite da sexta-feira e rezar para que não aparecesse nenhum maldito telegrama.
Sexta-feira mais feliz não poderia haver. Juvenal reuniu a família e contou as boas novas. Convocou o bairro todo para uma churrascada comemorativa com muita música. Sexta de tarde já tinha um barril de chope aberto. Às 9 da noite a festa fervia. A banda tocava, o povo dançava, a bebida rolava solta. Dez horas e a mulher de Juvenal aflita, achava tudo um exagero.
A vizinha fogosa, interesseira, já se jogava pra perto do Juvenal.
E a banda tocava!
E o chope gelado rolava!
O povo dançava!
Onze horas, Juvenal já era o rei do bairro.
Gastaria horrores para o bairro encher a pança. Tudo por conta do primeiro salário. E a mulher resignada, meio aflita, meio alegre, meio boba, meio assustada.
Onze horas e cinqüenta e cinco minutos, vira na esquina buzinando feito louco uma motoca amarela...

Era do Correio!
A festa parou!
A banda calou!
A tuba engasgou!
Um bêbado arrotou!
Um cachorro uivou!
Meu Deus, e agora? Quem pagaria a conta da festa?
- Coitado do Juvenal! Era a frase mais ouvida.
- Jogaram água na churrasqueira!
O chope esquentou!
A mulher do Juvenal desmaiou!
A motoca parou!
- Senhor Juvenal Batista Romano Balbino?
- Si... si... sim, so... so... sou eu...
A multidão não resistiu...
- Ooooohhhhhh!!!
- Telegrama para o senhor...
Juvenal não acreditava...
Pegou o telegrama, com os olhos cheios d'água, ergueu a cabeça e olhou para todos.
Silêncio total.
Respirou fundo e abriu o telegrama.
Uma lágrima rolou, molhando o papel.
Olhou de novo para o povo. A consternação era geral.
Tirou o telegrama do envelope, abriu e começou a ler.
O povo em silêncio aguardava a notícia e se perguntava. - E agora? Quem vai pagar essa festa toda?
Juvenal recomeçou a ler, levantou os olhos e olhou mais uma vez para o povo que o encarava...
Então, Juvenal abriu um largo sorriso, deu um berro triunfal, depois disse eufórico:
- Pode tocar a festa, gente! Foi só minha mãe que morreu...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Ruminantes

Esta foi contada por um amigo que há seis anos está em Portugal. Não sei se aconterceu de verdade ou se é apenas uma piada.
Diz que o rapaz entrou num trem de passageiros mascando chiclete, coisa que lá os nossos amigos lusitanos chamam de "pastilha elástica". O cidadão sentou-se em frente a uma senhora idosa. A determinada altura, a mulher, depois de muito observá-lo, disse:
- Jovem, é muito simpático da sua parte tentar falar comigo. Mas eu sou completamente surda e não ouço uma palavra do que você está me dizendo...

LV Guo-Hong (China)

Só o pó da gaita

Ressacão brabo. A bem da verdade, hoje o Finado sou eu.