domingo, 13 de dezembro de 2009

Recordar é viver


Alguns leitores pediram e nós trazemos de volta:

NÃO É VERDADE que Tiradentes disse “Se mil vidas eu tivesse, mil vidas em daria pelo meu país”. Segundo biógrafos obscuros, que na época tiveram suas casas queimadas por partidários do alferes e tiveram que fugir do país às pressas, em direção ao Paraguai, o que ele realmente disse teria sido o seguinte: “Se mil vidas eu tivesse, em nenhuma delas eu ia querer saber mais de instrumentos de corda”.

NÃO É VERDADE que Dom Pedro II disse “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, digam ao povo que fico”. Historiadores que foram expulsos da Academia Nacional de História, açoitados em praça pública e exilados numa ilha durante 40 anos, entre galinhas piolhentas e cães sarnentos, garantiram à época que o que ele disse teria sido diferente: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, digam ao povo que fico com todas as donzelas, inclusive as casadoiras, desde que as respectivas sogras sejam mantidas a prudente distância - que ninguém é de ferro”.

NÃO É VERDADE que Lincoln disse “Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo, e todo mundo por algum tempo, mas não pode enganar todas as pessoas o tempo todo”. Segundo professores do Centro de Pesquisas Históricas de Washington, que na época tiveram a sola dos pés arrancada com alicate, o que Lincoln teria realmente afirmado foi o seguinte: “Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo, e todo mundo por algum tempo e pode inclusive enganar todas as pessoas o tempo todo, desde que contrate bons marqueteiros”.

NÃO É VERDADE que Duque de Caxias disse “Os que forem brasileiros, sigam-me”. Segundo três oficiais que eram amigos dele – depois expulsos do Exército, presos e, durante 10 anos, tratados a pão e água nos dias de semana e só com água aos sábados, domingos e feriados – o que ele realmente disse teria sido o seguinte: “Os que forem brasileiros podem pegar uma praia descontraída agora, na seqüência um carnaval de arromba e, depois, havendo interesse e disposição, sigam-me”.

Um comentário:

  1. Angela Pardoni - Professora - Niterói13 de dezembro de 2009 15:29

    É muito provável que esses personagens tenham tido esse perfil do que aqueles descritos nos livros de história...

    ResponderExcluir

Golpes baixos terão resposta à altura.